Projeto Município Verde

Dezembro de 2007

Um arco de fogo pressiona o município

– Ministério do Meio Ambiente (MMA) divulga a lista dos municípios que mais desmatavam a floresta amazônica. Paragominas apareceu na 33ª posição da lista.

– Realização da operação “Arco de Fogo”, realizada pela Polícia Federal, que resultou no fechamento de diversas empresas madeireiras e agropecuárias no município, transformando uma crise de imagem em séria crise socioeconômica.


Março de 2008

Surge o Projeto Município Verde

– Assinatura de um grande pacto contra o desmatamento entre o poder público e a sociedade de Paragominas. Mais de 30 entidades civis participaram do acordo, incluindo os produtores de grãos, madeira e gado.

– Elaboração de um grande plano de ação: campanhas ambientais, atuação junto a produtores rurais, projetos de educação ambiental para crianças, jovens e adultos, e reformulação da matriz econômica do município.

– Parceria com as ONGs Imazon e TNC.

– Imazon fez um trabalho de monitoramento por satélite do desmatamento no município.

– TNC realizou um trabalho de cadastramento das propriedades rurais.


2009

Projeto completa um ano

– Desmatamento cai 90%.

– Número de propriedades rurais cadastradas chega a 80%. (Até hoje, a falta de regularização fundiária é um dos principais problemas de propriedades rurais na Amazônia. Assim, Paragominas saiu na frente ao ter as suas propriedades cadastradas sem esperar pelos zoneamentos feitos pelo governo estadual ou federal).


2010

Paragominas sai da lista

– Apenas dois anos depois de ser lançado, o Projeto Município Verde consegue um feito histórico: tirar Paragominas da lista negra do Ministério do Meio Ambiente. O município foi o primeiro, entre os 36 da lista inicial, a sair da lista. Para isso, precisou cumprir as exigências do MMA: reduzir o desmatamento e cadastrar as propriedades rurais.

“Paragominas é um exemplo de que é possível aliar desenvolvimento econômico e proteção ambiental. Isso é a sustentabilidade na prática”, afirma José Benito Guerrero, pesquisador da ONG The Nature Conservancy (TNC).


2011

Colhendo os frutos

– Mais do que ter saído da lista dos desmatadores, as ações do projeto Município Verde ajudaram Paragominas a se tornar uma referência em boas práticas ambientais.

– O então prefeito, Adnan Demachki, fez parte da lista das 100 pessoas mais influentes do Brasil, aparecendo como a pessoa que mostrou o caminho para barrar o desmatamento.

– Por ser um município com boas práticas ambientais, os produtores rurais de Pargominas receberam linhas de créditos específicas de bancos.

– O projeto desenvolvido em Paragominas torna-se política de Estado e o Governo o leva para outros municípios paraenses.

– Paragominas edita uma legislação ambiental específica, alinhada com as mais avançadas tendências em termos de legislação ambiental, como o pagamento por serviços ambientais.

– Tão grande foi o sucesso do Pacto Contra o Desmatamento e as suas repercussões, que em 2011 a prefeitura convocou, mais uma vez, os produtores rurais do município para assinar um novo pacto, dessa vez, pelo produto de origem legal e sustentável.

Todos os direitos reservados © 2017