Paragominas está entre as cidades com o melhor no Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal (IFDM)

Considerada uma cidade referência, Paragominas vem colhendo bons frutos a partir dos trabalhos realizados ao longo dos últimos anos. E este reconhecimento se enxerga hoje a partir de diversas premiações e listas de boas práticas realizadas pela gestão municipal na cidade.
Por isso, o Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal (IFDM), elegeu Paragominas como quarto lugar no ranking que mede critérios como emprego & renda, educação, e saúde dentro do Estado. “Este tipo de reconhecimento é muito bom para o município, pois mostra que todos os esforços que estão sendo investidos em Paragominas estão dando certo. O poder municipal busca sempre o aprimoramento dos serviços, para assim dar uma qualidade de vida digna para os munícipes e também contribuir para o desenvolvimento da cidade como um todo”, afirmou o Prefeito Paulo Tocantins.
Passando até mesmo da Capital Paraense – que ocupa a sétima posição – Paragominas vem sendo notada a partir dos serviços de qualidade que são disponíveis a todos os munícipes, sendo uma grande incentivadora na geração de empregos, no atendimento ligado à educação infantil, na proporção de atendimento adequado de pré-natal, entre outros.
“O nosso dever quanto gestão pública é isso: levar ao cidadão paragominense uma cidade boa para se viver, com todos os recursos disponíveis e de qualidade, para que assim a nossa população não precise buscar em outros municípios o que pode encontrar aqui, na nossa própria terra. Sem contar na valorização da mão de obra e nos setores próprios de nossa cidade”, disse o Prefeito.
A última edição da pesquisa, realizada em 2016, já apontou Paragominas em uma posição de destaque, a 7ª colocação entre os 143 municípios do Pará. Porém, com todas as ações realizadas para o avanço nos serviços prestados à população, conseguiu despontar para o 4º lugar do ranking e hoje está entre as melhores cidades no índice FIRJAN de desenvolvimento.
O IFDM é uma pesquisa realizada com base em estudos do sistema FIRJAN que monitora anualmente o desenvolvimento socioeconômico de todos os municípios brasileiros, seguindo três critérios, sendo eles: Emprego & renda, Educação e Saúde. A pesquisa foi idealizada em 2008, a fim de tornar pública todas as informações disponibilizadas pelos ministérios do Trabalho, Educação e Saúde.