Censo Agropecuário ajudará no planejamento de políticas públicas

A forma mais antiga e também mais direta de conhecer o número de pessoas que habitam um determinado território, consiste na realização de uma contagem exaustiva dos indivíduos, a que se dá o nome de recenseamento ou, de uma forma mais abreviada “censo”.

No próximo mês de outubro acontecerá no país o 10º Censo Agropecuário, que será feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a pesquisa irá durar cinco meses, onde serão realizadas visitas em estabelecimentos agropecuários.

“O Censo Agropecurário permite que tenhamos um diagnóstico mais preciso, isso fortalece o poder de decisão da Prefeitura através da Secretaria de Agricultura, a planejar melhor as políticas públicas para agricultura familiar, do médio e do grande produtor. Pois quando não temos uma informação precisa do quanto se produz algo, não conseguimos determinar se aquela cultura tem um potencial para atrair uma indústria ou para viabilizar um comércio com outros municípios” explica o Secretário Municipal de Agricultura Breno Colonelli.

Esta pesquisa irá subsidiar a implantação do cadastro de estabelecimentos agropecuários e do Sistema Nacional de Pesquisas Agropecuárias, esta ação permitirá a criação da Pesquisa Nacional por Amostra de Estabelecimentos Agropecuários, que irá a campo anualmente captar dados detalhados sobre receitas e despesas na produção, crédito e seguro rural, proteção de mananciais, conservação da fauna e flora, uso de agrotóxicos, técnicas de produção, além da situação social e familiar dos trabalhadores do campo, entre outros temas.

Para que esta grande ação do Censo dê certo, o IBGE conta com a colaboração de diversas entidades municipais, em especial, das Prefeituras e Câmaras Municipais, que tem sido expressa pela participação de representantes do poder Executivo nas Comissões Municipais de Geografia e Estatística (CMGE). Estas comissões também incluem líderes comunitários, empresários e representantes de outras entidades do município que possam de alguma forma colaborar com os trabalhos. A ideia da CMGEs é dar transparência às ações empreendidas pelo Instituto no município, promover o conhecimento da metodologia e das ações em campo, divulgar e engajar a população e as autoridades nesse importante levantamento de dados.

Contando com esta parceria, a Prefeitura de Paragominas irá disponibilizar o local para equipe do IBGE, infraestrutura como a internet e logística, além de participar da discussão junto aos responsáveis para o direcionamento de métodos da pesquisa. Com isso irá contribuir para garantir a completa cobertura do território e para a qualidade das informações levantadas, que serão fundamentais para o planejamento municipal.

Hoje, 03 de agosto, acontecerá a primeira reunião, de instalação da Comissões Municipais de Geografia e Estatística (CMGE), que será realizada no Auditório da prefeitura às 17h.