Prefeitura através da Semagri incentiva o plantio de clones de mandioca no município

Paragominas é um município que vem tentando desenvolver mecanismos para o incentivo da produção local, principalmente no quesito de fortalecer as pequenas plantações e pequenos produtores, por isso, a Prefeitura através da Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri), vem desenvolvendo técnicas para incentivar e melhorar o plantio de produtos da agricultura familiar.

Entre esses cultivos, está a plantação de mandioca, que, de acordo com o secretário da Semagri, Breno Colonnelli, vem sendo muito produzida nos últimos anos no município devido à grande procura pela farinha, por isso, para aumentar mais ainda a produtividade, enxergou-se uma necessidade de investir neste ramo.

Pensando nisso, desde o início de 2018, a Semagri vem incentivando o projeto denominado “Clones de Mandiocas”, com o objetivo de melhorar a capacidade genética de cada planta, pegando suas melhores mudas e replicando, para que assim o produto final venha de forma similar ao da fruta mãe, ou seja, com as mesmas qualidades da primeira muda. “As mudas são sementes propagadas assexuadamente, e são usadas partes da planta adulta. Onde a Semagri incentivou através da mecanização de áreas para plantio, aplicação de insumos como calcário, adubos e também com visitas técnicas ao produtor credenciado”, afirmou Rosemiro Ribeiro, engenheiro agrônomo da Semagri.

O projeto, que ainda está em fase inicial, possuí 5 hectares com propensão de se expandir a medida que a plantação for crescendo, porém, o mesmo tem um diferencial que afeta diretamente a parte econômica do pequeno produtor, visto que são utilizadas apenas mudas com potencial genético melhorado, evitando assim gastos desnecessários, como enfatiza Rosemiro, “a diferença das demais plantações é que no experimento foram utilizadas inovações tecnológicas como análise de solo, calagem, plantio de mudas melhoradas, evitando grandes prejuízos  econômicos  aos produtores. Sem contar que o plantio em leira diminui a umidade do solo suavizando a incidência de doenças nas plantas”, disse.