Prefeito solicita convênio com órgão responsável pelo cacau no Brasil

O Prefeito Paulo Tocantins não está medindo esforços para que Paragominas se torne uma rota de cacau dentro do Estado do Pará. Isso porque, recentemente, o Prefeito esteve enviando um ofício para a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), solicitando um convênio junto ao município e assim fomentar a produção do fruto em Paragominas. 
“Caso o convênio seja aceito, teremos muito mais recursos e condições para transformar a nossa cidade em uma grande produtora do cacau, bem como fomentar a agricultura familiar e trazer para os nossos agricultores mais uma fonte de renda e mecanização de sua produção”, disse o Prefeito. 
A intenção é trazer para o nosso município mais uma fonte de produção própria, com o auxílio da Ceplac com o fornecimento de sementes, mudas, apoio técnico, treinamentos, entre outros. 
“Já temos em Paragominas o projeto de enriquecimento de reserva do pequeno produtor, e já conseguimos detectar um potencial para a produção do fruto aqui em nossa cidade, por isso estamos trabalhando intensamente para que exista a produção própria do cacau, fazendo do município principal rota do Estado dentro desse ramo”, destacou o Prefeito Paulo Tocantins. 
A expectativa é que ainda este mês haja uma confirmação deste convênio, para que o ano de 2019 seja focado nesta nova produção dentro do município.
 
Sobre a Ceplac
Criada em 20 de fevereiro de 1957, a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), é um órgão pertencente ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que tem como principal objetivo promover a competitividade e sustentabilidade dos segmentos agropecuários, agroflorestais e agroindustriais para o desenvolvimento das regiões produtoras de cacau no Brasil. 
Atualmente a direção geral da Ceplac está situada em Brasília (DF), e atuando em seis outros estados brasileiros como: Pará, Bahia, Espírito Santo, Amazonas, Rondônia e Mato Grosso.