Assistente Social: Um profissional dedicado ao bem estar social

“A minha maior satisfação é ver que as pessoas que precisam do serviço de assistência recuperam sua capacidade de conversar e ficam motivadas a procurar mais informações e conhecimento que contribua para tomada consciente de suas decisões diante da vida. Isso é uma coisa que me deixa muito feliz, uma sensação do dever cumprido. ” Fala emocionada a assistente social Deusilene Paixão, que há quatro exerce a função em Paragominas. 

Ela escolheu a profissão após episódios sofridos em sua vida, pois passou por muitas dificuldades e não teve o seu direito garantido. “Vi na profissão uma maneira de garantir o direito a crianças e adolescente que foram violados, assim como os meus foram no passado.” Diz a Deusilene que hoje trabalha na área de habitação do Residencial Morada dos Ventos, Morada do Sol e no Residencial Santa Rosa,  acompanhando as famílias. 

Um dos maiores desafios da Prefeitura de Paragominas é implementar políticas públicas eficientes para promover o desenvolvimento social e assegurar - através de ações, serviços, projetos e programas - a redução das vulnerabilidades da sociedade. 


Nesse contexto, não poderíamos deixar de destacar o papel fundamental do assistente social. São esses profissionais que trabalham com as mais diversas expressões da questão social, atuam diretamente auxiliando as pessoas no alcance de sua cidadania, ajudando-as a resolver problemas ligados à educação, habitação, segurança pública, emprego, saúde, entre tantos outros setores da sociedade. 

Várias pessoas participam ou participaram de algum programa ligado a Secretaria Municipal de Assistência Social, um exemplo é dona Vanilda Batista de 68 anos, que faz parte do Centro de Convivência e Assistência de Vínculos dos Idosos e participou do curso de artesanato em renda e bordados, ela diz que a vida mudou para melhor. “Pra mim foi muito gratificante pois melhorou o meu aprendizado, graças ao apoio dessas assistentes todos nós idosos melhoramos, elas ajudam pessoas humildes a mudar de vida. ” Conta sorrindo dona Vanilda. 

Hoje Paragominas conta com os serviços de Cadastro Único, Grupos do Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (PAEF), Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculos com Crianças, Jovens e Idosos, tem também o programa de geração de emprego e renda. Conta com um abrigo para crianças e adolescente em situação de risco, projetos educacionais de habitação, serviço de abordagem de rua para atender imigrantes, participação em campanha nacionais sociais e apoio a ações dos Conselhos Municipais e Tutelares. Tem também o CRAS – Centro de Referência da Assistência Social que é a proteção básica e dentro dele tem o PAIF, que é o Programa de Atenção a Família.