Paragominas se ergue com a ajuda dos voluntariados

Paragominas foi reconhecida pela Assembleia Legislativa como a capital do voluntariado no Estado do Pará, e após os incidentes do último dia 12, as ações de toda a sociedade paragominense em favor dos atingidos fazem jus ao título recebido.

Durante toda a situação emergencial que o município se encontra, muitas pessoas se colocaram à disposição para ajudar e auxiliar as famílias atingidas pelas enchentes, como foi o caso da estudante de direito Bruna Reis, “como voluntariado estamos mais próximos do povo. Assim que fiquei sabendo fui com os meus vizinhos dentro do meu condomínio explicando de casa em casa e pedindo doações”, afirmou.

O papel do voluntário é de suma importância, principalmente quando envolve uma situação emergencial, seja no auxílio físico, psicológico ou material para quem necessita de uma ajuda imediata. Porém, Bruna adverte que esse é um trabalho que deve ser feito constantemente, “eu não sou voluntária só quando acontece essas coisas, toda vez que tem algo na minha casa que sobra ou que eu sei que eu comprei e não vou usar, e vejo alguém em situação de necessidade eu ajudo”, destacou.

E quem ganha são os atendidos por essa força de solidariedade que, no caso de Paragominas, veio de vários locais dentro e fora do Estado. Luciana Monteiro, presidente do Laércio Cabeline, bairro bastante afetado durante o acontecido do dia 12, falou sobre a importância dos voluntariados neste momento de reconstrução do local, e auxílio às famílias desabrigadas, “só temos a agradecer porque foi de suma importância a ação e a participação dos voluntários, muitas pessoas se solidarizaram com a nossa situação em si, e estão nos atendendo, pessoas de bom coração, prestativas”.

Existem diversos graus quando o assunto é comprometimento voluntário, lembrando que é um serviço não remunerado e pode ser praticado independente do grau de escolaridade, basta que a pessoa tenha em mente que a base principal do serviço é pensar no bem estar do próximo.

O serviço voluntário que por si só já é bastante importante veio em boa hora na situação atual do município, auxiliando e ajudando para que as famílias se reestabeleçam após o incidente, como enfatiza Luciana, “com a ajuda de todos vamos nos erguer porque estamos todos juntos, lutando juntos, crescendo juntos”, frisou.