Famílias são atendidas com a entrega dos primeiros benefícios eventuais


Na manhã desta sexta-feira (4), 67 famílias cadastradas puderam receber o benefício eventual, a partir da Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS) que prevê este auxílio de um salário mínimo, durante três meses, para a população atingida após o incidente do último dia 12.
A cerimônia de entrega aconteceu no auditório da Prefeitura de Paragominas, e contou com a presença de diversas pessoas em prol de auxiliar os desabrigados, e atender a demanda das primeiras famílias que serão contempladas com o benefício.


Ana Cláudia Costa, secretária adjunta da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (SEASTER), falou sobre o auxílio que esse benefício trás para as famílias atingidas, e como é importante a atuação do Estado nestes casos, “o benefício eventual é uma resposta do Estado para essa vulnerabilidade temporária da população de Paragominas que visa dar suporte principalmente para alimentação e domicílio. É a fase inicial para as famílias irem retomando a sua vida, até atingirem a normalidade. É o Estado tentando ajudar o município a tomar essa engrenagem normal”, destacou.
A primeira parcela do benefício foi entregue nesta cerimônia, e as próximas irão ser pagas respectivamente em junho e julho, via ordem bancária segundo Ana Cláudia. Os presentes ficaram bastante satisfeitos com esse suporte, como foi o caso do senhor Antonio José, morador do bairro Laércio Cabeline 2, “vai servir pra gente alugar uma casa, viver esses três meses, comprar os mantimentos ou alguma coisa que a gente necessitar”, disse.


Entre os presentes, estava a vice-prefeita Mozimeire Costa que destacou a importância deste suporte para as 67 famílias que serão atendidas nesta primeira entrega do benefício eventual, “o nosso Prefeito Paulo Tocantins, juntamente com o Governador do Estado, Simão Jatene, e também com a ajuda do nosso ex-secretário Adnan Demachki, está somando esforços para atender mais famílias de acordo com os critérios. Na manhã de hoje nós estamos entregando para 67 famílias, a nossa intenção é continuar nesse cadastramento, nesta avaliação, para atender outras famílias”, disse.


A entrega do benefício eventual foi feita no próprio auditório para alguns dos presentes, e em seguida os demais puderam se dirigir ao Banpará para fazer o resgate desta verba. A gerente do banco, que esteve na reunião, ainda propôs que tentaria deixar as portas do banco abertas até as 17h desta sexta-feira para que assim um número significativo de pessoas fosse atendido ainda no mesmo dia da cerimônia.