Semas promove ação em parceria com o Governo do Estado para emissão de documentos

Na manhã desta segunda-feira (23), aconteceu no centro de convivência Socorro Gabriel, uma ação de emissão de documentos para os munícipes, sendo uma parceria da Prefeitura de Paragominas, através da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), com Secretaria de Direitos Humanos (SEJUDH) do Governo do Estado, a fim de atender a população paragominense.

“Essa ação tem como objetivo atender os nossos usuários que precisam desse atendimento, que a gente sabe que por mais que já tenhamos feito várias ações mas sempre existe um déficit e pessoas que precisam de documentos”, afirmou a secretária de assistência social, Tania Cristina.

A ação é aberta a toda a população, e vai durar alguns dias desta semana, com emissão de identidades e também carteiras de trabalho, porém, esta última sendo apenas para as pessoas que já fizeram o cadastro junto à Semas, com um total de 120 CTPS, e 150 RGs por dia.

“Vamos estar em Paragominas segunda, terça, quarta e quinta, com o atendimento da emissão da carteira de identidade, emitidas no mesmo dia, e a carteira de trabalho também, e todos os serviços são gratuitos”, disse a coordenadora do projeto Cidadão do Governo, Kelly Castelo Branco.

Durante os atendimentos todos poderão contar também com o serviço de foto gratuito feito na hora, o que é muito prático e eficaz, como enfatiza o senhor Antônio José de Oliveira que ficou muito satisfeito com o atendimento, “muita gente precisa trocar a identidade, outros precisam tirar, aqui é uma oportunidade única com essa facilidade, tiramos até foto grátis, super legal a parceria do Governo do Estado com a Prefeitura”, falou.

Os interessados devem se dirigir até a Semas, de 8h às 18h – sem intervalo para o almoço – munidos de certidão de nascimento ou casamento original para o caso da identidade, e os já cadastrados na secretaria que irão emitir a carteira de trabalho precisam levar os seguintes documentos originais: CPF, RG, comprovante de residência com CEP legível, certidão de nascimento ou casamento, e para a segunda via levar também a via antiga da CTPS.