Prefeitura leva serviços de atendimento à zona rural

Paragominas vem crescendo com o decorrer dos anos, e consequentemente o aumento na demanda dos serviços à comunidade. Enxergou-se então a necessidade de expandir alguns atendimentos até a zona rural. Por isso, a Prefeitura de Paragominas, através da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), vem trabalhando para que esses atendimentos cheguem a todos e criou um projeto chamado “equipe volante”.

O projeto consiste em atender as famílias da zona rural que necessitam de atendimentos básicos, como atualização de cadastro, inclusão em programas sociais, atendimento ao idoso, entre outros, proporcionando assim facilidade de acesso dessas famílias a esses serviços. Por se tratar de um projeto piloto, os atendimentos estão sendo realizados primeiramente nas comunidades Caip e Paragonorte. E após avaliação de resultados será levado a outras localidades da zona rural.

“Após buscativas com os dados apresentados pelas Semas, a Prefeitura detectou que das áreas rurais existentes na região, quatro estavam com o descumprimento de condicionalidade, e entre estas duas tinham a maior demanda, no caso Caip e Paragonorte, por isso a necessidade de se atender a priore as duas. Já estamos trabalhando para que o projeto se estenda até as demais áreas que também necessitem deste apoio”, falou o Prefeito Paulo Tocantins.

As equipes são compostas por dois integrantes, um psicólogo e uma assistente social, que vão até o local para atender a população, a partir disso, é diagnosticado o público que precisa de um atendimento específico, como a intervenção da Secretaria Municipal de Saúde (Sems) ou de Educação (Semec), etc.

“Os serviços estão sendo bastante eficazes, já que assim podemos atender as pessoas que moram nessas zonas rurais e não conseguem ou não podem, se deslocar até a zona urbana, atendendo toda a demanda, e levando os serviços da Semas até eles que é um direito básico de todo o cidadão paragominense”, destacou o Prefeito.

A equipe volante também tem a missão de apresentar para as comunidades todos os atendimentos realizados pela Semas, que muitas das vezes a população não têm conhecimento, como os serviços de proteção básica oferecido pelo município.