Encontro de Capoeira em Paragominas

 

Você sabia que a capoeira é uma luta 100% brasileira? Ela foi criada por escravos africanos no século 17. E como se originou de escravos, ficou proibida oficialmente até 1937, embora nunca tenha deixado de ser praticada, disfarçada através da dança.

A capoeira é uma arte marcial, mas combina música, acrobacias e dança na realização de golpes, movimentos rápidos e únicos, que requer uma grande quantidade de força e flexibilidade corporal.

E claro, que Paragominas não poderia ficar de fora de um circuito cultural de eventos voltado para essa arte. A cidade sediou pela primeira vez uma Conferência de Capoeira, este é um evento que acontece em 17 Estados do Brasil e 05 países do mundo. O tema este ano foi “A valorização do mestre e seus ensinamentos da capoeira”.

O professor Flávio Santos, mais conhecido como “Mestrando Estagiário Punhal”, explica que esse debate é proveitoso, pois ajuda no crescimento da capoeira no Brasil. “Com este evento nós integramos os alunos e promovemos intercâmbio cultural, mostrando um pouco desta luta e todos os benefícios que ela traz para a vida das pessoas”, explica.

Para quem ficou interessado no assunto, fique tranquilo, pois a programação não terminou! Ainda acontecerá na quinta-feira (20) um “Aulão de Capoeira” a partir das 19 horas na Praça Célio Miranda, com o mestre Romeu e é aberto ao público.

No dia 21 de julho, na sexta-feira, acontecerá o Batizado, a Troca de Cordas e o Encontro Nacional de Capoeira, com apresentação de integrantes da Bahia, Piauí, Maranhão, Goiânia, Minas Gerais, São Paulo, Pará e Distrito Federal.

Para encerrar com chave de ouro, no sábado dia 22, terá uma “Lavagem Cultural” onde terá desfile de blocos culturais, um arrastão com trio elétrico, batucada cultural e danças. Todos os dias de evento serão gratuitos e começam sempre às 19h na Praça Célio Miranda.

O evento tem o apoio da Secretaria de Cultura de Paragominas.