Estamos em manutenção
Conclusão: 20 de Junho

Dia do consumidor: dia de aprender!

Você sabe o que fazer quando compra um alimento estragada no supermercado, mesmo no prazo de validade? E um produto com defeito, a quem deve recorrer? Quem nunca passou por situações como esta que atire a primeira pedra! Todos nós, como consumidores, podemos passar um dia na vida, e que dá muita dor de cabeça ninguém pode negar, mas se nos informarmos um pouco mais, tudo pode ser resolvido da melhor maneira possível, basta saber os caminhos corretos para resolver.

Muitas pessoas já ouviram dizer que é do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) a responsabilidade de assegurar o direito do consumidor, entretanto poucos o conhecem de fato. O Procon funciona para garantir que a relação entre fornecedor e consumidor aconteça da melhor forma possível, de maneira saudável. E, ainda, que o comprador, que é a parte mais vulnerável da relação, não seja prejudicado por abusos de qualquer ordem em seus direitos, visando a valorização do consumidor e de sua cidadania.

“Muitos consumidores ainda são lesados por assinar contratos ou documentos sem ler com atenção todos os termos, por exemplo. Por isso, sempre sugiro redobrar a atenção principalmente nos contratos que acarretem compromisso financeiro.” É o que afirma a diretora do Procon/Paragominas, Izadora Carvalho. Informação é tudo, por isso ressalta que o consumidor deve procurar se informar sobre o produto desejado, os prazos de garantia e as assistências técnicas mais próximas e sempre exigir a nota fiscal antes de finalizar qualquer compra.

Em Paragominas, são atendidas em média 400 pessoas por mês, divididos entre consultas, linha direta e formalização de processos. Estima-se que 70% do total dos casos tem soluções sem conflitos, pois a maioria são resolvidos de maneira extraprocessual, através de linhas diretas com as empresas parceiras do órgão. Mas existem casos que não são tão fáceis de resolver, então são marcadas audiências, que visam a conciliação entre as partes. “Mas, com atenção especial para que não prejudiquem o consumidor, pois em caso de um potencial prejuízo, o consumidor é encaminhado ao juizado especial cível”, explica a Diretora.

“O consumidor hoje está um pouco mais consciente dos seus direitos, mas creio que esse conhecimento pode melhorar. O Procon Paragominas tem realizado muitas ações no sentido de divulgar o direito do consumidor para que esta matéria alcance o maior número de cidadãos possível.” Esclarece Izadora.

Ah! Mais uma dica valiosa, você pode antes mesmo de fazer qualquer negócio ou compra de produto, passar no Procon e tirar todas as suas dúvidas. Então, anota aí:

Procon/Paragominas

Endereço: Avenida Monte Líbano, s/n, centro, antigo logradouro da Sanepar.    

Horário de funcionamento: diariamente de 8h às 12h