Parque Ambiental Ademar Monteiro reabre as portas para receber a população

A manhã desta quinta-feira foi marcada pela reabertura do Parque Ambiental Ademar Monteiro que após as enchentes do dia 12 necessitou de uma reforma para que pudesse melhor atender o público. A reabertura contou com a presença de diversas autoridades, entre elas o secretário de meio ambiente e urbanismo, Felipe Zagalo e o Prefeito Paulo Tocantins que estiveram acompanhando de perto toda essa revitalização. Na ocasião fizeram uma trilha em todo o Parque a fim de contemplar o local após 17 dias de portas fechadas.
“O fechamento do Parque não foi planejado, foi devido ao acontecimento das enchentes, visto que o parque também foi afetado, já que ele fica às margens do Rio Uraim. Foi feita a restauração do local, nós fizemos pinturas, limpeza, e cuidamos das plantas fazendo a revitalização. A própria trilha foi reforçada em um trecho e refeita em outro”, afirmou o Prefeito a respeito da reabertura.
Sendo um dos pontos turísticos mais visitados da cidade, o Parque Ambiental que comemorou 10 anos, passou por toda essa reforma do seu espaço aborígeno com o principal intuito de melhorar o passeio de seus visitantes, sem contar com a segurança proposta pelo local, e a educação ambiental ensinada em todas as suas vertentes, trabalho esse realizado pela Prefeitura de Paragominas, através da Secretaria de Meio Ambiente e Secretaria de Infraestrutura, “o parque é um espaço turístico da nossa cidade em que as pessoas sempre vêm para relaxar, trazer seus filhos ou até mesmo para fazer trabalho de educação ambiental então é um ambiente que necessariamente a gente precisa sempre manter bem estruturado, bem organizado e como sempre trazendo inovações”, enfatizou o secretário, Felipe Zagalo.
Outra questão apontada por Felipe, foi em relação ao reforço feito nas trilhas que passam sob o rio, “com os eventos do dia 12 tivemos algumas preocupações na questão de segurança como nas trilhas que vão por cima do Rio Uraim, para que essas trilhas não ofereçam perigo às pessoas e aos visitantes, as pontes suspensas que também foram todas afetadas pela inundação foram reformadas. Então aproveitamos esses 17 dias para reformar o Parque Ambiental, e assim reabrir hoje e proporcionar esse espaço de lazer para nossa para nossa sociedade e para as pessoas que merecem ele”, disse.