Paragominas irá salvar oitocentas vidas

Graças ao grande comparecimento de doadores na 1ª Campanha de doação em Paragominas, o Hemocentro Regional de Castanhal (HRC), em parceria com o Hospital Regional Público do Leste (HRPL) registraram 239 comparecimentos e 198 coletas, tudo isso irá salvar cerca de 800 vidas.

Pela primeira vez na história, Paragominas recebeu uma Campanha de Doação de Sangue, pois antes a cidade era considerada zona endêmica de malária. A doação foi realizada este final de semana no Hospital Regional Público do Leste com a presença maciça da população.

Uma das doadoras que estiveram por lá foi Jerdilei de Cristo, que doa desde os 16 anos. Ela é consciente da importância de ajudar em momentos tão difíceis para as pessoas. “Mesmo nunca precisando faço doação sempre, hoje estou com 41 anos e quero continuar doando até o fim de minha vida.” A primeira vez que ela doou foi quando assistiu na TV um apelo de uma pessoa precisando.

A campanha superou a meta de 100 coletas, chegando a 239 comparecimentos e 198 coletas, a ideia é suprir o estoque de sangue do hemocentro regional de Castanhal e com isso atender as transfusões de sangue de Paragominas e Região do Salgado, e também dar apoio ao estoque de sangue do Hemocentro em Belém.

A grande maioria dos pacientes atendidos que precisam de sangue são vítimas de acidentes de trânsito, de acordo com o diretor Técnico do HRPL, Dr. João Lucídio, 82% são motoristas e usuário de motos. “Ano passado o Hospital Público realizou 760 transfusões sanguíneas e só este início de ano já foram 167 transfusões, por isso a importância de campanhas como esta.” Explicou o médico.

Outra doadora é Elisete Damasceno de 57 anos que mora em Paragominas há cinco anos, tem três filhos e um deles também é doador. Ela explica que é um processo simples e indolor. “Vim doar através da divulgação que teve em Paragominas, sou doadora com muito orgulho e se eu puder, quero doar meus órgãos, ajudo pois sei que um dia posso precisar de sangue e gostaria de alguém para doar.” Finaliza Elisete.

Foram gestores, colaboradores, servidores e a população que fizeram do “Sabadão Solidário” um sucesso, a presidente da Fundação Hemopa, Ana Suely Saraiva, explica que este ato salva muitas vidas.  “Isso significa vida para centenas de pacientes internados na rede hospitalar, por isso temos uma grande responsabilidade de abastecer mais de 200 hospitais no Pará, e isso só é possível com a ajuda de pessoas que doam sangue”, agradeceu a presidente. 

Quem esteve também na campanha apoiando foi o secretário municipal de saúde de Paragominas, Flávio Garajau, ele explica que é muito importante este gesto para saúde da população de Paragominas e dos municípios vizinhos. “Esta campanha é um avanço na saúde pública.” Falou feliz, o secretario por ver que muitos doadores foram solidários neste primeiro evento de mobilização.