Paragominas aposta em radar móvel para diminuir os acidentes de trânsito

O Departamento Municipal de Trânsito de Paragominas (DEMUTRAN) conta agora com uma nova ferramenta para combater os acidentes de trânsito: um radar móvel. Desde o dia 28 de janeiro, o equipamento é usado para medir o limite de velocidade dos veículos em 19 vias da cidade. Seis agentes se revezam, dia e noite, na fiscalização de ruas e avenidas, com o objetivo de diminuir os números de acidentes.

 

Segundo o Coordenador do DEMUTRAN, Natanael Costa, o principal motivo de adquirir o equipamento é para combater acidentes graves causados pela alta velocidade, diminuir os números de acidentes e zelar pela vida de condutores e pedestres. Segundo ele, em 2015 foram registrados 157,3 acidentes/mês e 22,2 acidentes/mês considerados graves (atendidos pelo SAMU e Corpo de Bombeiros). “Paragominas adquiriu essa ferramenta para combater os excessos de velocidade, o que consequentemente evitará a incidência de acidentes graves ou de grande proporção”, explica o coordenador.

 

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o excesso de velocidade é o principal motivo dos acidentes registrados nas estradas brasileiras. Nos municípios, as estatísticas não são diferentes. O desrespeito ao limite de velocidade das vias, que em Paragominas é de 40 km, em média – tendo vias com 20 km e 30 km de limite, é uma constante nas ruas da cidade, mesmo com todas as campanhas de conscientização desenvolvidas pelo DEMUTRAN.

 

“O objetivo da fiscalização eletrônica não é punir, mas educar. Infelizmente, muitos condutores só conseguem respeitar as leis de trânsito quando dói no bolso. Esclarecer que o uso do aparelho medidor de velocidade está regulamentado pelo Código de Trânsito Brasileiro e melhor definido na resolução 396/2011 do CONTRAN”, afirma Costa.

 

Ainda de acordo com Natanael, durante 30 dias, a contar do dia 28 de janeiro, o Departamento realiza um trabalho educativo e informativo, de manhã e tarde, no intuito de esclarecer sobre a fiscalização eletrônica e que os condutores de habituem com a nova ferramenta. Explica ainda que, por ser um radar móvel, não haverá placa de indicação, o que vale é a sinalização do limite de velocidade da via. “Ou seja, se naquela via existir uma placa apontando o limite de velocidade em 40 km/h, o radar poderá ser usado ali”, informa o coordenador de trânsito.

 

Fique atento às 19 vias onde o radar poderá ser usado: Avenida Presidente Vargas; Avenida Deputado Fausto Fernandes (antiga Av. Tropical); Rua Antero Bonifácio Gomes (rua em frente ao Anésia); Av. Tamandaré; Rua Bacabal (Cidade Nova); Rua Recife (ao lado da Escola Maria da Silva Nunes); Av. Cícero Ávila (atrás do Estádio Arena Verde); Av João Batista; Av. Barão de Araruna; Eixo WL; Eixo W1; Av. Monte Líbano; Rua Santarém; Rodovia dos Pioneiros; Av. Magalhães de Almeida; Av. Samuel Câmara; Rua Industrial, Av. Vinícius de Moraes e Av. Agenor Alves.